País

Tribunal decreta hoje sentença para detidos em manifestação

Os quatro detidos durante a manifestação de 21 de janeiro deste ano na Avenida da Liberdade, em Lisboa, contra a intervenção policial do dia anterior no Bairro da Jamaica, concelho do Seixal, conhecem hoje a sentença.

A juíza Sofia Marinho Pires marcou a leitura da sentença do julgamento sumário para as 15h30 no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, no Parque das Nações.

Nas alegações finais, que decorreram na sexta-feira, 1 de março, a procuradora-adjunta do Ministério Público (MP) Maria Leonor Cardiga defendeu que os arguidos sejam condenados a penas de prisão, suspensas na sua execução por igual período, ou a penas de multa.

Vasco Seabra Barreira, advogado dos quatro jovens, pediu, por seu lado, a absolvição dos seus constituintes de todos os crimes pelos quais estão acusados.

Bruno Andrade, José Júnior, Teodoro Ferreira e Bruno Fonseca, de 29, 22, 26 e 31 anos, estão acusados pelo MP de ofensas à integridade física qualificada, de injúria agravada, de dano e de participação em motim.

O MP acusa os arguidos do arremesso de pedras e de injúrias sobre polícias, quando desciam a Avenida da Liberdade, durante a manifestação de 21 de janeiro.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.