AtualidadeSesimbraSetúbal

Indemnizações negadas às famílias das vítimas do ‘caso Meco’

- publicidade -

O Tribunal Judicial da Comarca de Setúbal absolveu esta quinta-feira o antigo dux, João Gouveia, e a Universidade Lusófona, no caso da morte dos seis estudantes, durante praxes, na Praia do Meco, Sesimbra, em dezembro de 2023.

Num comunicado divulgado, esta manhã, pelo Tribunal de Setúbal, é anunciado que a juíza responsável pelo processo decidiu a favor da absolvição dos réus.

«Declaram-se totalmente improcedentes os pedidos deduzidos nos autos pelos Autores, absolvendo-se os Réus.

Declara-se improcedente o pedido de condenação dos Autores por litigância de má fé.»

Os pais das vítimas exigiam uma indemnização no valor de 1,3 milhões de euros, que não foi concedida pela Justiça, embora esta decisão possa vir a ser alvo de recurso.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo