AtualidadeCrime

Tribunal de Matosinhos libertou homem que matou jovem em colisão e agrediu militares

O Tribunal de Matosinhos libertou esta manhã o condutor de 47 anos, que matou um jovem após fugir às autoridades, sujeitando-o a apresentações periódicas semanais e termo de identidade e residência.

O acidente ocorreu na terça-feira quando um Mercedes que ia no sentido oposto virou para uma rua, na EN13 em Vila do Conde, passando o traço contínuo.


De imediato os militares ligaram os sinais luminosos ou sonoros, dando ordem de paragem ao condutor, que desobedeceu e fugiu a alta velocidade.

Cerca de um quilómetro depois, na Rua do Pinheiro, o fugitivo colidiu de forma violenta com o Fiat Punto em que seguia João Silva, que tinha ido buscar jantar a uma hamburgueria.

A vítima, que completara 28 anos na véspera de Natal, morreu após 20 minutos de socorro médico.

A GNR conseguiu interceptar o homem, e algemá-lo, mas mesmo assim este tentou agredir os militares e encetar a fuga.

Na viatura do suspeito foi ainda encontrada uma elevada quantidade de haxixe.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.