AlmadaCrime

Tribunal de Almada condenou violador de menor a 11 anos de prisão

- publicidade -

Um homem de 50 anos foi condenado pelo Juízo Central Criminal de Almada a uma pena única de prisão de 11 anos, pela prática de 3 crimes de violação agravada sobre menor.

O Tribunal deu como provado que, no período compreendido entre 2011 e 2013, quando vivia com a companheira e progenitora da vítima, o arguido, em pelo menos 3 ocasiões, despiu-se e despiu a vítima, agarrou-a e violou-a.

Já antes dessas investidas, o arguido por diversas vezes apalpou a menor, acariciando-lhe as pernas, contra a sua vontade, prática que iniciou quando a menor tinha 9 anos.

Os atos só foram denunciados quando o arguido cessou coabitação com a mãe da vítima, altura em que esta ganhou coragem para o denunciar.

Dadas as sequelas evidentes (emocionais, relacionais e ao nível da estruturação e organização da personalidade da menor), o Tribunal condenou, ainda, o arguido a pagar uma indeminização à vítima no valor de 25.000€.

A Investigação foi dirigida pelo Ministério Público do Seixal do DIAP da Comarca de Lisboa, coadjuvado pelo DIC da Polícia Judiciária de Setúbal.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui