DesportoSetúbal

Tribunal Arbitral do Desporto aceitou recurso do Vitória Futebol Clube

publicidade

O mesmo Tribunal Arbitral do Desporto que, há cerca de um mês, não aceitou a providência cautelar suspensiva do Vitória Futebol Clube após o Conselho de Justiça se ter declarado como «incompetente» para julgar o caso que opõe o clube à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), aceitou agora o recurso do Vitória.

A informação é prestada pelo clube nas redes sociais, onde a Direção refere que «o TAD aceitou o recurso do Vitória Futebol Clube SAD no Processo Nº37-A2020 (Providência Cautelar Rejeitada), dando legitimidade para a subida dos autos para o Tribunal Central Administrativo do Sul.

Após a decisão do TAD ao indeferir a providência cautelar interposta, o VFC-SAD recorreu achando que o acórdão não respondia ao solicitado no que respeita aos erros formais.

É agora o recurso que vem permitir a luta pela razão no Tribunal Central Administrativo.»

Para a direção do clube sadino «sentimos que, mais uma vez, não querem decidir em tempo útil, pois ninguém nos disse que não tínhamos razão na forma como a decisão foi tomada, e como as datas do licenciamento foram alteradas.

Este é o momento de todos os vitorianos estarem unidos. Enquanto uns se preocupam em denegrir a imagem do clube e de quem o representa, outros trabalham arduamente para que a verdade desportiva seja reposta.

Lutando todos os dias contra quem nos quer derrubar, e mesmo contra aqueles que, na ofensa gratuita e na difamação, ajudam os inimigos do Vitória a atingir o seu objetivo. O Presidente e a sua direção, embora demissionários, vão continuar no caminho da defesa intransigente do emblema maior da região.

Com a decisão do TAD, foi dado mais um passo para a reposição da verdade. É por este caminho que iremos continuar.

É também por este caminho que convocamos todos os verdadeiros vitorianos a seguir.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui