Justiça

Tribunal aplicou prisão preventiva por abuso sexual de crianças

- publicidade -

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, deteve um homem de 39 anos de idade, por fortes indícios da prática de cerca de trinta crimes de abuso sexual de crianças e um de coação, todos na sua forma agravada.

Os factos ocorreram na área metropolitana de Lisboa, repetidamente, ao longo do primeiro semestre do corrente ano, em contexto intra-familiar, sendo a vítima uma criança, atualmente com 13 anos, a qual ficava entregue aos cuidados do detido enquanto os progenitores trabalhavam.

Em resultado dos crimes cometidos pelo agressor, a vítima engravidou, o que despoletou a revelação dos factos sofridos e a sua denúncia às autoridades.

O detido, que se encontrava em situação de permanência irregular no país, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui