CrimeJustiçaSetúbal

Tribunal aplicou prisão preventiva para homem que violou enteada deficiente em Setúbal

- publicidade -

Um homem de 52 anos de idade foi detido pela Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, por sobre ele recaírem fortes indícios da prática de um número ainda não concretamente apurado de crimes de violação, agravados, consumados na pessoa de uma das suas enteadas, uma jovem com 20 anos de idade e com aparente défice cognitivo.

O detido tem vários antecedentes criminais, sem paradeiro certo, declarado contumaz em vários inquéritos crimes nos quais é suspeito e que, inclusivamente, já cumpriu pena de prisão por factos com idêntica natureza.

Aproveitando-se da relação de confiança, de proximidade e de dependência familiar que mantinha com a vítima, com a qual não coabitava, atraiu a jovem para a respetiva residência e, a partir desse momento, passou a controlar todos os seus movimentos, impedindo-a de se ausentar sozinha da habitação, coagindo-a a diversas práticas sexuais e violando-a.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, na sequência do qual lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui