Parceiros
JustiçaSantarém

Três homens detidos por dezenas de incêndios florestais e com antecedentes criminais

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, e na sequência do desenvolvimento de três investigações sobre a ocorrência de dezenas de incêndios nos concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos e Santarém, deteve três homens, de nacionalidade portuguesa.

As detenções ocorreram após recolha «de vasto acervo probatório» e as detenções foram feitas fora de flagrante delito, por existirem contra eles fortes indícios da prática de múltiplos crimes de incêndio florestal, ocorridos em diversas localidades dos concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos e Santarém.


Na primeira investigação o arguido, um homem com 27 anos de idade, encontra-se indiciado pela prática de dezenas de incêndios, no concelho de Arruda dos Vinhos, cometidos, pelo menos, desde o ano de 2017.

O suspeito apresenta antecedentes relacionados com a prática de crimes da mesma natureza, tendo sido já detido no passado mês de outubro de 2021, no âmbito de outra investigação por factos de natureza semelhante, tendo-lhe sido aplicada medida de coação não privativa de liberdade.

A detenção fora de flagrante delito agora executada veio a ocorrer por existirem suspeitas da prática de mais seis incêndios florestais, naquele mesmo concelho.

Numa outra investigação a crimes da mesma natureza, foi detido um homem com 49 anos de idade, indiciado pelo cometimento de quatro crimes de incêndio florestal, ocorridos sensivelmente no mesmo local, em 2020, 2021 e 2022, próximo da residência do arguido, em Vila Verde dos Francos, Alenquer.

Por fim, no âmbito de investigação em curso à ocorrência de seis crimes de incêndio florestal, em Abrã, no concelho de Santarém, logrou-se a detenção fora de flagrante delito de um homem, com 54 anos de idade, indiciado pela prática daqueles ilícitos criminais.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Santarém, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.