DesportoSetúbal

Treinador do Vitória de Setúbal revelou que nova direção pagou parte de salários em atraso

- publicidade -

Alexandre Santana, treinador do Vitória Futebol Clube revelou à Lusa, que a nova direção do Vitória de Setúbal, presidida por Carlos Silva e eleita este mês, já procedeu ao pagamento de parte dos salários em atraso no plantel.

As declarações do treinador do clube do Campeonato de Portugal de futebol foram feitas após o empate (2-2) frente ao Louletano, no estádio do Bonfim, em partida da 10.ª jornada da série H da prova.

«Não consigo falar ao pormenor, porque é uma área que não domino. Sei que pelo menos um mês foi pago.

O importante aqui não é se é um euro ou um milhão de euros, mas o princípio e a atitude de alguém que chega para ajudar, contribuir e que procura trazer soluções e não problemas», disse o treinador do clube sadino, e destacou também a importância do sinal dado pelos novos órgãos sociais pouco depois de terem entrado em funções.

«Houve algum dinheiro para que na passagem de ano tivéssemos mais alguns euros para estar com a nossa família. Quem está aqui há seis, sete e oito meses sem receber, as coisas não são fáceis. Quando há algum dinheiro e algum desafogo em casa, a estabilidade dos jogadores é diferente.»

Alexandre Santana confessa que a entrada da direção liderada por Carlos Silva, que sucedeu a Paulo Rodrigues no cargo, trouxe mudanças significativas ao plantel.

«Mudou o ar que é agora menos tóxico, o bem-estar no dia-a-dia é agora mais puro, mais aberto e mais leal.

Quando chegamos ao treino de cara levantada para jogar e vemos todas as pessoas da direção à nossa volta, a acolherem-nos e chegarem perto de nós com boas palavras e suporte, isso deixa-nos com maior segurança e espírito para enfrentar todas as dificuldades que estamos a passar e iremos passar certamente até o clube estabilizar.»

O Vitória de Setúbal, que segue invicto na liderança da série H do Campeonato de Portugal, empatou hoje com o Louletano, 2-2, numa partida em que Zequinha e Bruno Ventura marcaram aos 32 e 64 minutos, respetivamente. Abou Touré (22) e Érico Castro (46) fizeram os golos dos algarvios.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui