AlmadacoronavírusDestaqueDistrito Setúbal
Em Destaque

Treinador do Cova da Piedade esteve duas vezes na UCI e perdeu 15 quilos

O treinador de futebol do Cova da Piedade, Toni Pereira, esteve duas vezes nos cuidados intensivos (UCI) do hospital de São Bernardo, em Setúbal, e perdeu 15 quilos devido à covid-19, revelou hoje o adjunto Ricardo Aires

- publicidade -

O técnico, de 64 anos, foi uma das vítimas do surto de covid-19 que, no final de outubro, atingiu o grupo de trabalho do clube da II Liga e continua a recuperar em casa, não havendo ainda uma data prevista para que possa regressar ao comando da equipa.

“O ‘mister’ Toni [Pereira] já está em casa. Não foi fácil, esteve complicado, duas vezes nos cuidados intensivos e perdeu 15 quilos. Apareceu aqui ontem (terça-feira) a fazer uma visita, mas apenas três ou quatro minutos. A fala ainda não é fluída, cansa-se rápido, mas tem força [de vontade] para recuperar e já se encontra melhor”, revelou Ricardo Aires após a derrota (3-2) frente ao Benfica B.

O técnico-adjunto fez mesmo questão de pedir aos jornalistas presentes na conferência de imprensa para “enviar um grande abraço” ao técnico e garantir que a equipa está ansiosa pelo seu regresso.

“Estávamos com 10 pontos quando ele saiu, continuamos com 10, mas era importante passar esta mensagem que o grupo continua unido e forte à espera que o ‘mister’ chegue para dar continuidade ao trabalho e que se sinta feliz quando regressar”, referiu o seu adjunto.

A equipa do Cova da Piedade foi atingida por um surto de covid-19 no final de outubro, que atingiu pelo menos 18 jogadores e vários elementos da equipa técnica, entre os quais o treinador principal, Toni Pereira, que teve de ser internado no Hospital de São Bernardo, em Setúbal.

O surto motivou o adiamento dos encontros da II Liga com o Estoril Praia e com o Benfica B, que o Cova da Piedade acabou por perder por 5-1 e 3-2, respetivamente, com um triunfo para a Taça de Portugal pelo meio, no terreno do Marinhense, do Campeonato de Portugal, após a marcação de grandes penalidades.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui