Parceiros
DesportoMundo

Treinador de grande clube russo demite-se: «não posso prosseguir a minha vocação num país cujo líder é responsável por uma guerra»

- publicidade -

Markus Gisdol, treinador alemão, apresentou a sua demissão do comando técnico do Lokomotiv Moscovo.

Contratado esta época, o técnico de 52 anos terminou a sua ligação com o clube após cinco meses de serviço, escreve A Bola, tendo como motivo a invasão da Rússia na Ucrânia.

«Para mim, treinar futebol é o trabalho mais bonito do mundo. Mas não posso prosseguir a minha vocação num país cujo líder é responsável por uma guerra no meio da Europa. Isto não está de acordo com os meus valores, e é por isso que me demiti do cargo de treinador do Lokomotiv Moscovo com efeito imediato. Não posso ficar no campo de treinos em Moscovo, a treinar os jogadores, a exigir profissionalismo e a alguns quilómetros de distância são dadas ordens que trazem grande sofrimento para um povo inteiro. Esta é a minha decisão pessoal».


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário