Parceiros
EconomiaPaís

TRABALHO – Trabalhadores dos supermercados em greve na véspera de Natal

Se é daquelas pessoas que deixa as suas compras de Natal mesmo para o fim, prepara-se para uma surpresa este ano, uma vez que o CESP lançou pré-aviso para o dia 24 de Dezembro.

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP) afirma em comunicado que após «26 meses de negociação, as empresas representadas pela APED e que incluem a Sonae, Pingo Doce/Jerónimo Martins, Auchan, Lidl, Dia/Minipreço, El Corte Inglés e muitas outras, continuam a não apresentar propostas de verdadeiro aumento dos salários e correção das injustiças e discriminações existentes».

O sindicato refere ainda que «pelo contrário, continuam a querer reduzir o valor do trabalho extraordinário e desregular ainda mais os horários de trabalho com a introdução do banco de horas no CCT [Contrato Coletivo de Trabalho]».

A estrutura sindical avança que os trabalhadores das empresas de distribuição (super e hipermercados, armazéns e logísticas das empresas de distribuição, grandes armazéns e lojas especializadas) «vão estar em greve dia 24 de dezembro de 2018», apontando o falhanço das negociações com as empresas como razão para a paralisação.

Em declarações à Lusa, o diretor-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), Gonçalo Lobo Xavier, diz que as empresas que representa «compreendem as razões da convocação da greve», mas salientou que a entidade «não considera que as negociações estejam a correr mal».



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.