Parceiros
Almada

Trabalhadores do Arsenal do Alfeite exigem ‘justiça’ nas promoções

- publicidade -

A Comissão de Trabalhadores do Arsenal de Alfeite anuncia em comunicado que lamenta «profundamente que apesar dos nossos esforços, seja na forma de ofícios, pedidos de audiência e concentrações de trabalhadores junto do Ministério das Finanças, desde 2018 se mantenham bloqueadas por parte do Governo as promoções de 47 trabalhadores do Arsenal do Alfeite».

O comunicado surge na sequência do despacho do Governo que irá desbloquear seis mil promoções nos três Ramos das Forças Armadas.

«Lamentamos que uma medida justa, a promoção de seis mil militares, não tenha sido extensiva aos 47 trabalhadores do Estaleiro Concessionário do Serviço Público da actividade de interesse económico geral de construção, manutenção e reparação de navios, com valências próprias da manutenção de navios militares, de superfície e submarinos, sendo único no país com capacidade de intervenção em sistemas de armas, de comunicação e sensores, incluindo os submarinos».

Para a Comissão de Trabalhadores «o desbloquear das promoções destes 47 Trabalhadores afectará assim tão significa mente as contas do Estado? Pensamos que não comparando com os custos que envolvem a promoção de 48 Oficiais Generais.

Os Trabalhadores do Arsenal do Alfeite irão continuar a lutar pelo fim desta injustiça.»


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário