Trabalhadores da UF da Charneca de Caparica e Sobreda em greve no dia 10 de Julho

O STAL anuncia que os trabalhadores da União de Freguesias da Charneca de Caparica e Sobreda avançam para greve

publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Os trabalhadores da União de Freguesias da Charneca de Caparica e Sobreda vão estar em greve no próximo dia 10 de Julho, com várias exigências ao executivo.

Estas passam «pelo fim das tentativas de condicionamento do STAL no contacto com os trabalhadores  no acesso aos locais de trabalho; a retirada  imediata  da  videovigilância no  estaleiro e consulta  ao  STAL  no  que  à  sua  implementação  diz respeito; retirada  imediata  do  regulamento  ilegal  para  gestão  de  recursos  humanos  e  o  cumprimento  do  ACEP assinado com o STAL; a implementação da sazonalidade (Verão e Inverno) do fornecimento do fardamento ao nível do calçado e do vestuário; a reintegração  imediata  e  permanente  do  trabalhador  Rui  Araújo  através  da  desistência  formal  da imposição do despedimento; o fim do desconfinamento irresponsável e reforço da higienização dos espaços, em caso de contágio fica comprometido o serviço público e a saúde dos trabalhadores.»

Segundo o STAL desde Fevereiro de 2018 que tem vindo a tentar um diálogo com o executivo da União, «sempre sem resposta por parte deste, no que a reuniões diz respeito», e inclusive já ocorreram deslocações à Assembleia de Freguesia «onde denunciou estas questões, no dia 29 de Junho e onde o Executivo mentiu dizendo que não existia nada do que ali afirmávamos».

O STAL denuncia ainda que «desde  a  marcação  da  greve  o executivo já  formalizou  mais  dois  processos  disciplinares, um  deles  ao trabalhador reintegrado temporariamente por este ter exigido uma ordem escrita a propósito da imposição de desempenho de funções para a qual não teve formação e a par disso marcou-lhe falta injustificada, com desconto no salário, por ter participado num plenário».

Perante as acusações formalizadas pelo STAL, o Diário do Distrito contactou por email a União de Freguesias da Charneca de Caparica e Sobreda no passado dia 19 de Junho procurando obter um esclarecimento, mas até à data não nos foi enviada qualquer resposta.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome