DistritoDistrito SetúbalPaís

Trabalhadores da TST decidem nova greve para Junho

publicidade

Após os dois dias de greve que se cumpriram no domingo e esta segunda-feira, os trabalhadores da Transportes Sul do Tejo já decidiram que vão realizar uma nova greve de 48 horas nos dias 11 e 12 de Junho, continuando com paralisações de 48 horas por mês até a administração da empresa concordar com as reivindicações.

Segundo a Fectrans esta «foi a resposta dos trabalhadores da TST/ARRIVA, à última proposta da empresa, formalizada no passado fim de semana, que alterou o valor proposto para o salário para 685€», quando os trabalhadores reivindicam a subida para 700 euros na tabela salarial com retroativos a janeiro deste ano.

A decisão foi tomada durante o plenário realizado de manhã em Almada, durante o período de greve que teve início ontem e que regista uma adesão superior a 90%.

Os trabalhadores desfilaram depois do plenário até ao gabinete da presidente da Câmara Municipal de Almada, na Cova da Piedade onde apresentaram as razões da sua luta, numa empresa que tem vindo a degradar o seu serviço por falta de trabalhadores e desinvestimento.

A greve de hoje, segundo a Fectrans, registou uma adesão na ordem dos 90 a 95% e a supressão de carreiras entre Setúbal e Lisboa, apesar de a empresa apenas contabilizar 77,8%.

Além do aumento salarial os trabalhadores pretendem uma redução no horário de trabalho, e a articulação destes ao facto de poderem passar tempo com as famílias; bem como melhores condições de trabalho e autocarros que garanta as condições de segurança e o bem-estar dos passageiros.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui