DestaqueEconomia

Trabalhadores da Transtejo/Soflusa podem vir a paralisar em Maio

- publicidade -

Os trabalhadores da Transtejo/Soflusa reuniram em plenários esta quarta-feira concordaram esta quarta-feira em fazer «paralisações de três horas» por turno a partir de 20 de maio, se não houver respostas às reivindicações salariais.

Os trabalhadores vão reunir com a administração na próxima semana.

Contactado pela agência Lusa, Paulo Lopes, sindicalista da FECTRANS – Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações, explicitou que «os trabalhadores deram autonomia às organizações sindicais para apresentaram na próxima reunião com a administração, dia 05 [de maio], uma posição de que ou há de facto resposta às reivindicações salariais, ou então iniciamos um processo de luta, com paralisações de três horas por turno» a partir de 20 de maio.

«Cada turno fará uma paralisação de três horas, o que fará com que haja paralisação permanente» das ligações fluviais entre a Margem Sul e Lisboa, acrescentou o sindicalista.

As ligações fluviais da Transtejo/Soflusa estiveram interrompidas esta quarta-feira entre o início da manhã e o final do dia de hoje por causa dos plenários de trabalhadores e não assegurou o transporte alternativo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui