País

Trabalhadores da Navigator chegaram a acordo com administração

A FIEQUIMETAL – Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Eléctricas, Farmacêutica, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas informa em comunicado que foram concluídas com acordo, aprovado pelos trabalhadores, as negociações de revisão do Acordo de Empresa da Navigator Company.

Além de actualização salarial, preconiza-se redução do horário semanal de trabalho e repõe-se como limite do trabalho nocturno o período das 20 às 7 horas, uma reivindicação dos trabalhadores, uma vez que 2012 apenas é contabilizado na empresa o trabalho nocturno realizado a partir das 22h00.

O horário normal de trabalho passa de 39 horas semanais, em 2019, para 38 horas a partir de 1 de Janeiro de 2020, e serão atribuídos mais um ou dois dias de folga aos trabalhadores que perfaçam 25 ou 30 anos no regime de laboração contínua (turnos).

A actualização salarial é de dois por cento (1,5 por cento para os quadros), e os subsídios de alimentação, de infantário e subsídio especial a deficientes aumentam em percentagens consideravelmente superiores.

O acordo contém ainda actualizações de matérias sociais não incluídas no AE, como o subsídio para livros e o valor das bolsas de estudo.

«Mais e melhores resultados são possíveis, com mais participação dos trabalhadores nos plenários, mais unidade em torno de objectivos comuns emais sindicalização» salienta o comunicado em que a Federação e os sindicatos SITE C-N e SITE Sul dão a conhecer o acordo alcançado.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


2 Comentários

  1. Bom dia.
    Ao ler esta notícia e ao ver a imagem que colocam que não tem nada haver uma com a outra. A imagem pertence há ATF (About The Future) na qual em plenário os trabalhadores rejeitaram a proposta da Navigator company e assim continuar na luta pelos direitos de igualdade.
    Logo esta notícia não diz toda a verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.