Parceiros
AtualidadeLisboa

Trabalhadores da EDP avançam para greve

- publicidade -

Os trabalhadores da EDP vão manter a greve convocada para dia 6 de Abril, com uma concentração a partir das 10h30 frente à sede da empresa, na Avenida 24 de Julho, hora a que decorre a Assembleia Anual de accionistas.

Os sindicatos querem assim demonstrar «a sua indignação» pelo que consideram «uma afronta aos trabalhadores».

Em causa está a proposta de aumento salarial «de 0,6 para 0,8 por cento, como fez a administração da ED», conforme refere o comunicado da Fiequimetal.

«A Fiequimetal mantém neste processo negocial uma postura construtiva, empenhada em alcançar um acordo favorável aos trabalhadores.

Regatear décimas de ponto percentual, para os salários dos trabalhadores, contrasta com os 600 milhões de lucros e os dividendos que os accionistas vão receber.»

A Federação acusa ainda a administração da EDP de «continuar a pretender uma redução de rendimento dos trabalhadores e a redução da diferença entre os salários praticados no grupo e o salário mínimo nacional.

Uma empresa com a envergadura e o prestígio da EDP deveria, pelo contrário, valorizar e estimular aqueles que, na realidade, são o seu melhor activo.»


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário