AtualidadeDestaqueDistrito SetúbalPalmela
Em Destaque

Trabalhadores da Câmara de Palmela dizem faltar apoio e material de proteção à Covid-19

São várias as denúncias que na última semana chegaram à redação do Diário do Distrito por parte de alguns trabalhadores a relatar a falta de apoio e de material de proteção à Covid-19 nos armazéns gerais da autarquia de Palmela.

- publicidade -

O primeiro relato na Câmara Municipal de Palmela chegou na passada sexta-feira à redação do Diário do Distrito, numemail que dava conta de que existia um trabalhador que tinha testado positivo ao Covid-19 e que esse mesmo trabalhador não entrou de imediato em quarentena, mas manteve-se no seu posto de trabalho até conhecer o resultado do teste que realizou, pelo meio almoçou com cerca de 10 colegas de trabalho, segundo a denúncia feita ao nosso jornal.

Todos viriam a ser colocados em isolamento profilático depois de saber-se o resultado do trabalhador que fora infetado por um familiar direto.

Mais tarde, o Diário do Distrito voltou a ser contactado no sentido de dar a conhecer a falta de apoio e material de proteção ao Covid-19. No email que recebemos na passada segunda-feira, a denúncia relatava e passamos a citar: “sabiam que há trabalhadores que aguardam pelo teste que ainda não foi realizado e que também existem trabalhadores que estão em funções, não trabalhando diretamente com o infetado, mas que utilizam as mesmas áreas por onde andou essa pessoa e que nada foi feito”, prosseguindo que “em termos de precauções tomadas, o município fica muito a desejar, pois não existe desinfetante, nem sequer na portaria, todos os fornecedores entram nas instalações à vontade sem qualquer controlo, a distribuição de máscaras, foram dadas 2 para uma semana, ainda existe um desinfetante que está numa secretária que é de utilização por todos, tememos que se a área não for vedada entremos todos em quarentena”.

Perante estes relatos, o Diário do Distrito quis obter um esclarecimento por parte da Câmara Municipal de Palmela, na pessoa do seu presidente que nos respondeu através do Gabinete de Apoio à Presidência o seguinte: “A Câmara Municipal de Palmela estranha o conjunto de questões enviadas e repudia veementemente as acusações, porquanto tem sido pública e transparente a estratégia de ação em curso desde o início da pandemia”, estratégia essa que segundo o GAP são cumpridas à regra pelas normas definidas pela Direção Geral da Saúde.

Adianta o mesmo esclarecimento que solicitámos à autarquia no início desta semana que “Em cumprimento do Plano de Contingência, acionado em março, todos os edifícios e viaturas municipais estão dotados de todo o equipamento necessário à proteção das equipas e utentes e são permanentemente higienizados e desinfetados”.

Na questão da distribuição das máscaras (relato feito pelas denúncias que chegaram até ao nosso jornal), a Câmara Municipal de Palmela salienta que: “Cada trabalhador/a recebeu, além de equipamento descartável e adequado às suas funções, um Kit de Segurança com duas máscaras reutilizáveis (25 lavagens), gel de limpeza e um guia informativo”.

Na passada quarta-feira, a redação do Diário do Distrito foi ainda contactada via telefone onde um trabalhador que pediu anonimato nos relatou que da parte da Câmara Municipal de Palmela não tem havido qualquer contacto por parte do setor social do município para saber como estão os seus trabalhadores em quarentena e se precisam de mantimentos ou não, o que a autarquia responde: “O trabalhador infetado e os colegas em isolamento são contactados regularmente pelo Município, mesmo ao fim de semana, para aferir do seu bem-estar e necessidade de eventual apoio”, sendo que a câmara municipal garante também ter uma linha telefónica interna para apoio psicológico.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui