Atualidade

Terra vai ficar com duas ‘luas’ pelo menos durante meio ano

publicidade

Chama-se 2020 SO, é uma mini-lua, um minúsculo asteroide ou objeto artificial que foi descoberto pela pesquisa Pan-STARRS1 no Observatório Haleakala, a 17 de setembro deste ano.

Está a aproximar-se da Terra, onde será capturado pela gravidade do nosso planeta a 15 de outubro de 2020, e onde ficará durante cerca de meio ano.

Entende-se por mini-lua um objeto de pequenas dimensões que é temporariamente capturada pela órbita da Terra, ali ficando durante um certo período de tempo, meses ou anos, antes de voltar a ser lançado para o Espaço.

O corpo em causa aproxima-se a uma velocidade muito baixa, o que é atípico para a movimentações de asteroides, e por isso, os cientistas suspeitam que a candidata a mini-lua da Terra seja apenas lixo espacial do século passado, nomeadamente um foguete reforçador lançado na década de 1960.

Até agora, os cientistas só conseguiram detetar duas mini-luas na órbita da Terra: o asteróide 2006 RH120, que ficou junto do planeta entre 2006 e 2007, e o asteóide 2020 CD3, que ficou na órbita da Terra entre 2018 a 2020.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui