AtualidadeCovid-19DesportoFamososMundoSociedade

Tenista Djokovic esteve em dois eventos após teste positivo à Covid-19

Depois de ver revogado o visto de entrada na Austrália por não estar vacinado contra a Covid, apesar de ter uma isenção médica para poder participar no Open, o tenista Djokovic alegou ter um teste positivo que data do dia 16 de dezembro.

De acordo com a Euronews, além de ter aparecido num evento da Federação Sérvia com jovens tenistas um dia depois de supostamente ter tido um teste positivo à Covid-19, Novak Djokovic “esteve noutro evento público no próprio dia em que fez o teste”.


O evento tratou-se de um lançamento de um selo comemorativo. Como se vê na publicação do próprio na rede social Twitter, Djokovic interagiu com várias pessoas e sempre sem qualquer máscara de proteção.

Estas novas informações não demovem os fãs, que continuam a manifestar apoio em frente ao hotel onde o tenista está retido em Melbourne, na Austrália, à espera de uma decisão sobre se pode, ou não, participar no open que se joga a partir do dia 17 de Janeiro.

“Pessoalmente, sou contra a vacinação”, disse Novak Djokovic em abril de 2020. “Não gostaria de ser forçado por alguém a tomar uma vacina para poder viajar”.

Mais tarde, o tenista reafirmou uma vez mais a sua posição de não querer ser forçado a tomar a vacina: “O meu problema aqui com as vacinas é que alguém está a forçar-me a colocar algo no meu corpo. Que eu não quero. Para mim, isso é inaceitável”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.