Mundo

Temperatura média da Terra continua a bater recordes. E isso não é bom sinal

Depois de segunda-feira, 3 de Julho, ter sido o dia mais quente de sempre em todo o Mundo.

Depois de segunda-feira, 3 de Julho, ter sido o dia mais quente de sempre em todo o Mundo, segundo o Climate Reanalyzer da Universidade do Maine, nos Estados Unidos, a temperatura média da Terra continua a bater recordes acima dos 17 graus centígrados.

A temperatura média global esta quarta-feira foi de 17,18 graus Celsius, igualando o valor de terça-feira.

A temperatura média diária do ar na superfície do planeta na segunda-feira foi medida em 17,01 graus por um serviço dependente da Agência dos EUA para a Atmosfera e os Oceanos (NOAA, na sigla em Inglês).

Este valor superou o recorde diário precedente (16,92 graus) estabelecido em 24 de Julho de 2022, segundo os dados dos centros nacionais de previsão ambiental da NOAA.

Os cientistas alertam há meses que 2023 poderá registar recordes de calor à medida que as mudanças climáticas causadas pelo homem – impulsionadas em grande parte pela queima de combustíveis fósseis como carvão, gás natural e petróleo – aquecem a atmosfera.

Os recordes de alta temperatura foram superados esta semana no Quebec, Canadá, e no Peru. Pequim registou durante nove dias consecutivos na semana passada temperaturas acima dos 35 graus Celsius.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *