AtualidadeMobilidade

TAP reduziu capacidade em 72% e número de voos para 68% em setembro

A TAP reduziu a sua capacidade em 72% e número de voos em 68% no passado mês de setembro, em comparação com ano de 2019.

- publicidade -

A TAP reduziu a sua capacidade em 72% e número de voos em 68% no passado mês de setembro, em comparação com ano de 2019, afirmou o presidente da companhia aérea, Ramiro Sequeira.

“Este primeiro relatório inclui indicadores acumulados e realça, inevitavelmente, o impacto da evolução da pandemia, das imposições e restrições à mobilidade dos passageiros e do comportamento da procura, na ‘performance’ da TAP”, disse Ramiro Sequeira.

“A taxa de ocupação média global da TAP nos voos realizados entre maio e julho, após o período de paragem quase total, é de 60%, vinte pontos percentuais abaixo da taxa média global de 2019, apesar da redução na capacidade realizada”, acrescentou.

Estes são valores que “estão em linha com o estudo da IATA [Associação Internacional de Transportes Aéreos, em inglês] que observa uma taxa de ocupação de 49% nos voos internacionais e de 64% nos voos domésticos, em agosto”. Além disso, o estudo prevê ainda “que o tráfego mundial caia 66% em 2020 e que valores similares aos de 2019 sejam recuperados apenas em 2024”.

No entanto, a este cenário atual apenas “será exceção o período das festas de fim de ano, durante o qual planeamos estar dimensionados para o ligeiro aumento da procura esperado”, informou, deixando ainda uma mensagem de confiança: “o mais recente estudo da IATA vem comprovar o quão seguro é viajar de avião. O risco de contrair a doença é de um caso para 27 milhões de passageiros, sendo que, desde o início de 2020, apenas se identificaram 44 potenciais casos de contágio a bordo”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo