Parceiros
Destaque
Em Destaque

Suspeitos do ataque a PSP já foram detidos pela PJ

Os suspeitos ficam detidos no estabelecimento prisional anexo à PJ de Lisboa.

- publicidade -

A PJ saiu da base naval do Alfeite, em Almada, esta segunda-feira, com os dois fuzileiros que são suspeitos das agressões a um agente da PSP que acabou por não resistir aos ferimentos. Tudo aconteceu na madrugrada do passado sábado, quando uma rixa à porta de uma discoteca em Lisboa, acabou por envolver vários agentes da PSP que estariam de folga.

Os dois jovens fuzileiros que estavam retidos na base naval desde domingo por ordem de Gouveia e Melo, Chefe de Estado Maior das Forças Armadas, sairam na presença da PJ que os transportou para o estabelecimento prisional anexo à PJ, em Lisboa, e vão ser ouvidos por um juiz esta terça-feira.

Fábio Guerra, de 26 anos, estava internado no Hospital S. José, Lisboa, em coma induzido, não resistiu às graves lesões que sofreu, acabando por morrer esta manhã de segunda-feira.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário