CrimeSeixal

Suspeito de violar jovem deficiente na Amora fica com apresentações periódicas

- publicidade -

Um homem de 44 anos de idade foi detido pela Polícia Judiciária esta quarta-feira, no cumprimento de um mandado de detenção fora de flagrante delito, indiciado pela prática de um crime de violação.

O homem está acusado de, em fevereiro de 2020, na residência de um casal amigo, em Amora, ter obrigado uma jovem de 19 anos, com deficiências cognitivas, a praticar atos sexuais de cópula.

Presente a primeiro interrogatório judicial, o Ministério Público promoveu a aplicação das medidas de coação de proibição de contactos com a jovem e com a coarguida e de obrigação de apresentação periódica, duas vezes por semana.

O Juiz de Instrução Criminal aplicou essas medidas ao arguido, bem como a proibição de se aproximar ou permanecer nas imediações da residência da vítima.

A investigação prossegue sob a direção do Ministério Público do Seixal, do DIAP da Comarca de Lisboa, com a coadjuvação da Polícia Judiciária.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui