Justiça

Suspeito de matar o rapper Mota Jr em prisão preventiva

- publicidade -

A Polícia Judiciária (PJ) informou esta quinta-feira que João Luizo, suspeito de raptar e matar o rapper Mota Jr, vai ficar em prisão preventiva, pela “prática dos crimes de rapto e de homicídio”.

Recorde-se que o suspeito foi detido no Reino Unido, no dia 28 de maio, “em cumprimento de Mandado de Detenção Europeu, emitido no âmbito de inquérito titulado pelo DIAP de Sintra e cuja investigação se encontra a cargo da Unidade Nacional Contra Terrorismo, da Polícia Judiciária”.

A PJ confirma ainda que na “ordem deste inquérito encontra-se preso preventivamente um outro indivíduo, presumível coautor, na sequência de detenção concretizada, aquando da chegada a território nacional, em voo proveniente do Reino Unido, no passado mês de maio”, pode ler-se.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui