Música

Spotify prepara-se para aumentar preço das subscrições

- publicidade -

A empresa de streaming de música anunciou, esta segunda-feira, o despedimento de cerca de 600 funcionários, o correspondente a 6% da sua massa laboral. As demissões estão associadas ao aumento das despesas face aos lucros obtidos, e é expectável que num futuro não muito longínquo a empresa acabe por aumentar o preço dos serviços de forma a tornar o seu negócio mais rentável.

De acordo com o TechRadar, “em 2022 o crescimento das despesas operacionais do Spotify ultrapassou o crescimento da receita em duas vezes”, frisando o momento difícil que a empresa atravessa e referindo que a situação é “insustentável em qualquer clima” económico.

Outro dos indicadores que leva a comunidade a crer que a companhia sueca considere alterar o valor dos seus serviços, prendem-se com as declarações proferidas pelo seu CEO, Daniel Ek, que indicou que essa possibilidade está em cima da mesa.

Atualmente, os preços relativos aos serviços são: 3,49 euros (Estudante), 6,99 euros (Individual), 8,99 para duas contas (Duo) e 11,99 para até seis contas (Família).


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *