Desporto

Sporting acusado de irresponsabilidade pelo Fabril por recusar adiar jogo

- publicidade -

O Sporting foi acusado de irresponsabilidade pelo Fabril, por recusar adiar o jogo da sétima jornada da Série G do Campeonato de Portugal de futebol, devido ao surto de covid-19 que atingiu 11 jogadores do clube.

Em comunicado, o clube da margem sul do Tejo classificou a atitude dos ‘leões’ como “pouco digna”, uma vez que terão recusado adiar o compromisso da sua equipa B, ‘forçando’ o Fabril a recorrer à Direção-Geral da Saúde para conseguir o adiamento do encontro.

“Tivemos de recorrer à delegada de saúde do Barreiro para fazer cumprir a lei, quando não teria sido necessário. Assim, em vez de isolarmos aqueles que estão infetados e continuarmos a trabalhar com os outros, foi toda a gente para casa, 15 dias sem treinar”, criticou o presidente do Fabril, Faustino Mestre, em declarações à agência Lusa.

O líder do clube que, no sábado, foi eliminado da Taça de Portugal frente ao FC Porto (2-0), num jogo em que já não pôde contar com cinco jogadores que tiveram testes positivos ao novo coronavírus, não calou a sua revolta perante a atitude do Sporting, que “só tinha de fazer mesmo que outros fizeram com eles, que era adiar um jogo ou dois”.

“Anda o presidente deles [Frederico Varandas] a mandar fotos com a farda, parece que é um salvador do mundo e do universo, e depois os que lá estão no clube fazem isto. Na minha opinião, são uns assassinos, mas se pensam que me calam estão bem enganados. Aquele não é o Sporting que conheci. Agora é uma ‘equipazita’ de bairro que anda para aí a fazer estas coisas”, disparou.

Faustino Mestre disse também que “ainda esta semana, no andebol”, ao Sporting “pediram-lhe para adiar um jogo porque tinham mais um ou dois jogadores infetados” e que tem de haver “compreensão” entre os vários intervenientes desportivos, uma vez que “o bem-estar de todos está em primeiro lugar”.

O dirigente referia-se ao encontro do Sporting frente ao Füchse Berlim, da Liga Europeia de andebol, que foi adiado pela Federação Europeia de Andebol, no dia 16, “em consequência de casos positivos de covid-19 em equipas participantes”, de acordo com a EHF.

No comunicado divulgado pelo clube do Barreiro, minutos antes do contacto da Lusa, o Fabril refere que o Sporting, “pelos mesmos motivos”, já solicitou adiamento de jogos “quer da sua equipa principal, quer nas modalidades” e que terá recebido sempre “’feedback’ positivo dos outros emblemas”.

O encontro da primeira jornada da I Liga portuguesa de futebol entre o Sporting e o Gil Vicente, que estava inicialmente agendado para 19 de Setembro, em Barcelos, foi adiado dois dias antes por determinação da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, após terem sido detetados, oficialmente, oito casos de covid-19 nos ‘leões’ – sete jogadores e um elemento da estrutura – e 19 nos ‘gilistas’, entre os quais 11 jogadores.

Entretanto, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) oficializou no seu site oficial o reagendamento da partida da sétima jornada da Série G do Campeonato de Portugal, entre o Sporting B e o Fabril, para o dia 13 de dezembro, às 15:00.

O clube do Barreiro refere, no seu comunicado, que também o encontro com o Fontinhas, a contar para a oitava jornada, será adiado, mas o site da FPF ainda não reflete essa informação.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo