DestaqueDistritoSeixal

SOCIEDADE – Marinha anuncia que caixa com mil munições caiu na zona do Seixal

- publicidade -

A Marinha explicou esta sexta-feira de que a “queda inadvertida” da caixa de munições que caiu na via pública o incidente ocorreu na zona do Seixal, durante o percurso feito no transporte entre a base naval do Alfeite, Almada, e o Vale de Zebro, no Barreiro.

A Armada anunciou esta sexta-feira que a caixa com mil munições e que foi entregue por um civil à PSP, terá caído na zona do Seixal, durante o percurso de transporte do material bélico entre a base naval do Alfeite, em Almada e a Escola de Fuzileiros, no Barreiro.

“As cinco toneladas de material militar (explosivos e munições) provenientes da Lituânia foram conferidas no período da tarde do dia 26 até ao final do dia de 27 de setembro. Enquanto decorria o processo de conferência do material, foi recebida, no dia 27 de setembro, pelas 12h30, uma comunicação por parte da Direção-Geral de Recursos da Defesa Nacional, de que haveria uma caixa com mil munições de 9 mm, à guarda da Polícia de Segurança Pública de Setúbal”, esclareceu a Marinha em comunicado.

O documento, que faz uma análise preliminar ao incidente, salienta que depois de conferido o material foi verificado a existência de 41 caixas, apurando-se a falta de uma caixa. “Foi posteriormente recebida uma nova comunicação da PSP de Setúbal, com a inclusão de fotografias, que permitiu confirmar que o lote das munições da caixa à guarda da PSP pertencia ao material que retraiu (proveniente) da missão realizada na Lituânia”, frisa.

A Marinha faz ainda um elogio ao comportamento exemplar do cidadão que encontrou a caixa de munições e a entregou à PSP. “O material militar proveniente da Lituânia encontra-se todo conferido e acondicionado nos respetivos paióis na Escola de Fuzileiros, com a exceção da referida caixa de munições que se encontra à guarda da PSP de Setúbal”, refere ainda.

Foi aberto um processo de averiguações, com caráter de urgência, para apurar as causas da perda da caixa que continha mil munições.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui