AlmadaDistrito Setúbal

Situação da Ginástica Artistica do Clube de Ginástica de Almada preocupa executivo municipal

Autarquia de Almada procura soluções para o Clube de Ginástica de Almada

publicidade

Na reunião camarária de Almada desta segunda-feira, o vereador António Matos (CDU) interrogou o executivo sobre as possíveis respostas para um novo espaço onde o Clube de Ginástica de Almada possa continuar a treinar a sua disciplina de ‘Ginástica Artística’, uma vez que este ficou recentemente sem acesso ao espaço onde treinava na base militar do Alfeite.

“O Clube surgiu há alguns anos, ainda não cumpriu a primeira década, e já se tornou uma referência nacional, porque além de desenvolver grande parte das disciplinas gímnicas, mas também porque tem uma disciplina que não há em nenhum outro clube do concelho, nem em metade de Portugal a sul do Tejo.

Trata-se da Ginástica Artística, com enorme exigência técnica, de equipamentos e sobretudo de área para treinos, e que neste clube tem vários campões nacionais e muitos jovens a iniciarem a prática.

É do melhor que o país tem, e com um enorme potencial reconhecido para ainda melhores resultados: em seis anos entrou para o «Top Tem Nacional», onde ocupa o 10.º lugar.”

António Matos questionou se “atendendo à importância desta matéria se foi possível tentar que eles tivessem continuado no Alfeite ou disponibilizar algum espaço da autarquia, ou que possa vir fazer chegar à sua posse, para que mantenham os treinos mesmo que  provisoriamente, para que esta disciplina não acabe”, deixando uma palavra de apoio “à direção e aos professores do clube”.

O vice-presidente João Couvaneiro (PS), secundou “os elogios que o vereador António Matos deixa ao Clube.

Nesta situação também fomos tomados de surpresa, tal como o Clube e estamos a tentar encontrar soluções com a direção, mas trata-se de um processo que tem de ser liderado por eles.

O espaço onde treinavam era em instalações militares, e em contexto covid19 não houve oportunidade para tentar negociar uma prorrogação do tempo de utilização.

Já reunimos duas vezes com a direção do Clube para avaliarmos espaços alternativos e há hipótese de duas entidades, com quem estão a tratar, e numa delas há o compromisso de que a Câmara Municipal seja um pouco a ‘garantia’ da idoneidade do Clube de Ginástica de Almada, para que possam estabelecer-se parcerias.

Sobre o armazenamento dos equipamentos, creio que está a ser resolvida.”
João Couvaneiro garantiu ainda que “a relação entre o Clube e a autarquia é permanente e sólida, e naturalmente gostaríamos de ter melhores instalações para dar a todos”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui