Palmela

SITE Sul acusa Autoeuropa e fornecedoras de forçarem trabalhadores a ‘férias ilegais’

publicidade

O SITE Sul avisou a VW Autoeuropa e as outras empresas do Parque Industrial em Palmela que não devem colocar a Segurança Social a pagar o tempo em que os trabalhadores com contrato de trabalho precário deveriam estar de férias, porque os despedimentos que estão a preparar para o final deste mês seriam ilegais.

Segundo o comunicado do SITE-SUL, «a Autovision People, Adecco, Randstad, Kelly Services e restantes empresas de trabalho temporário querem despedir os trabalhadores com contratos de trabalho precário, quando da paragem para férias do seu principal cliente, a VW Autoeuropa.

Nesse período, os despedidos recorrerão à Segurança Social para obter subsídio de desemprego.»

O sindicato afirma que são milhares os trabalhadores que, directa ou indirectamente (através das empresas de trabalho temporário), laboram com contratos de trabalho precário (trabalho temporário, falsos recibos verdes, contratos a termo, etc.) em empresas fornecedoras e na própria VW Autoeuropa.

Muitos deles preenchem postos de trabalho permanentes, mas quase todos são contratados com justificações como acréscimo temporário de trabalho ou substituição de trabalhadores efectivos que se encontram ausentes por motivo de acidente, baixa médica, doença profissional ou direitos de paternidade/maternidade.

A realidade é que estes trabalhadores são necessários diariamente nas empresas. No entanto, quando chega a época de férias, as empresas procuram «livrar-se» deles, através da rescisão do contrato de trabalho, e recorrer à Segurança Social para pagar subsídio de desemprego.

O SITE Sul lembra ainda que já houve casos destes em tribunal, uma vez que o contrato de trabalho só termina quando a justificação do mesmo já não se verifica, e avisa que «está a tomar providências para evitar que tal situação se concretize, através do envio de uma comunicação a todas as empresas do Complexo Industrial do Parque, incluindo a Autoeuropa, e está disponível para prestar todos os esclarecimentos e apoio necessários a estes trabalhadores».

Fonte: Fiequemetal

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui