EconomiaSetúbal

Sindicato dos Estivadores ameaça com greve no porto de Setúbal

- publicidade -

Em carta enviada hoje o SEAL – Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística acusa a empresa portuária, a operadora Yilport, de contratar um «trabalhador externo aos trabalhadores abrangidos pelo CCT (que entrou em vigor a 21 de Setembro)», frisando que tal consubstancia uma «violação flagrante» do mesmo.

No documento da entidade sindical a que o Diário do Distrito teve acesso, pode ler-se que «a postura que estão a adoptar com a anunciada contratação de um trabalhador externo aos trabalhadores abrangidos pelo CCT, e fora das regras deste constantes relativas a esta matéria, constitui uma violação flagrante do mesmo, a qual coloca em causa, de imediato, o clima de paz social que se vem vivendo no porto de Setúbal, concretamente no que respeita à Sadoport/Yilport Setúbal».

E o SEAL dá um prazo até ao dia 28 de Outubro para a Yilport rever a sua posição, e «caso tal não aconteça, seremos forçados a adoptar medidas de luta que, quase com toda a certeza, passarão por uma paragem no Porto de Setúbal apenas nas empresas do grupo Yilport».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo