bombeirosSetúbal

Sindicato critica comando dos Bombeiros Sapadores de Setúbal

publicidade

Em comunicado, o Sindicato Nacional dos Bombeiros Sapadores critica o comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, pela suspensão de operacionais, por «não saber lidar com uma situação de contágio por covid19 na Companhia» e ainda por «não cumprir as directivas da DGS».

Ao que tudo indica, está em causa a recusa de seis operacionais dos Sapadores de realizarem o transporte de três crianças com covid19, numa carrinha de 9 lugares, da Companhia, e usada também para transporte de pessoal, usando apenas um kit de protecção.

Segundo o comunicado publicado hoje pelo SNBS «após ter conhecimento dos recentes acontecimentos na Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, informa que está a diligenciar todas as medidas no sentido de defender os seus associados».

Na nota o SNBS considera «inaceitável que se acusem os Bombeiros quando quem se encontra em incumprimento é o Comandante da CBSS, uma vez que nem as directivas da DGS cumpre».

Outra critica é endereçada à autarquia sadina por «continuar a deixar no Comando da CBSS alguém que ainda recentemente não soube lidar com uma situação de contágio por covid19 na Companhia e que motivou queixas-crime por parte do SNBS contra a autarquia de Setúbal».

O Sindicato lamenta ainda que «este tipo de ataques aos Bombeiros Sapadores são recorrentes e acontecem em várias corporações do país».

O Diário do Distrito fez hoje um contacto com a Companhia de Sapadores no sentido de obter alguns esclarecimentos sobre este assunto.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui