Parceiros
Setúbal

Setúbal | Sétima Bataria não está mais abandonada

Um concurso, no âmbito de exploração económica, foi aberto, esta quinta-feira, na Sétima Bataria em Setúbal, um local que tem uma grande importância histórica e que em curto prazo irá conhecer a entidade que vai requalificar o espaço e torna-lo em um local de lazer.

A abertura do concurso deu-se no espaço da Sétima Bataria, num evento que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques e a vice-presidente do turismo, Teresa Monteiro.


A arma militar posicionada no Forte Velho do Outão, tão bem conhecida pelos munícipes de Setúbal, está desativada há muitos anos. Vendida pelos britânicos a Portugal no rescaldo e na fervura da pós-segunda guerra mundial, a bataria tinha como propósito intimidar todos aqueles que navegassem em águas portuguesas. Com um alcance de 35 quilómetros, as balas disparadas pela artilharia pesada podiam ser ouvidas a léguas. Agora em tempos de paz e sem prepósito algum, tanto o Forte como a bataria encontram-se abandonados.

O concurso, inserido no projeto Revive, vem mudar esse aspeto, com a esperança de voltar a dar vida ao espaço icónico de Setúbal. Segundo conta, ao Diário do Distrito, a Secretária de Estado do Turismo, existem algumas linhas vermelhas que os vencedores e futuros exploradores da área “não vão puder ultrapassar” visto que se trata de património nacional. Acrescenta que “este projeto já fazia parte do primeiro lote da iniciativa Revive, sendo que demorou mais de dois anos para fazer o levantamento do equipamento e a regularização cadastral”.

André Martins também partilhou algumas palavras, onde esclareceu que o “posto avançado militar de proteção é um espaço extraordinário que deve ser preservado como memória militar e da própria história de portuguesa e europeia”. Refere ainda que a câmara municipal “tem investido na preservação do património histórico”, como se pode notar na recuperação do Forte de Albarquel.

Está prevista a elaboração de um hotel ou de uma pousada no local da Sétima Bataria, de modo a explorar o potencial da hotelaria neste local, que promete uma vista de esplendor, seja para o rio, para a cidade e até para a Serra da Arrábida.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.