Parceiros
JustiçaSetúbal

SETÚBAL – Primeiro dia de greve dos Enfermeiros cancela quase 20 cirurgias

Dezenas de enfermeiros concentraram-se hoje à entrada do Hospital São Bernardo, em Setúbal, no primeiro dia da chamada “Greve Cirúrgica”. O Movimento Nacional de Enfermeiros diz ter “uma adesão de 100%”.

De acordo com fonte ligada ao Movimento, a paralisação desta quinta-feira obrigou ao cancelamento de um total de 19 cirurgias no centro hospitalar de Setúbal. Os enfermeiros cumpriram os serviços mínimos, pelo que não foram afetadas as cirurgias de urgência nem as cirurgias relacionadas com doenças oncológicas.

O enfoque desta greve são os blocos operatórios, havendo outros serviços do centro hospitalar com algumas adesões, designadamente nos serviços de Obstetrícia e Cuidados Intensivos.


Esta “greve cirúrgica”, decretada pela Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros (ASPE) e pelo Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (SINDEPORr), abrange o Centro Hospitalar de Setúbal, o Centro Hospitalar Universitário de S. João (Porto), o Centro Hospitalar Universitário do Porto, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, e o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte.

Os enfermeiros acreditam que esta greve inédita, que poderá durar até ao fim do ano e afetar milhares de cirurgias, visa lutar por uma carreira digna e protestar contra o impasse no processo negocial com o Ministério da Saúde.




Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.