Setúbal

Setúbal | Plenário deixa algumas zonas do Hospital de São Bernardo sem assistentes operacionais

Os assistentes operacionais do Hospital de São Bernardo realizaram, esta quarta-feira, um plenário às 15h00, que deixou algumas áreas do centro hospitalar sem qualquer assistente operacional.

Segundo apurou o Diário do Distrito no local, várias dezenas de assistentes operacionais do serviço de urgências gerais, estiveram unidos numa só voz que pedia por melhores condições de trabalho, menos escassez de recursos humanos, aumentos salariais e a criação de um sistema de progressão de carreiras dedicado aos trabalhadores do setor da saúde.


José Abrão, Secretário Geral do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (Sintap), disse, em exclusivo ao Diário do Distrito, que é “inadmissível um setor de saúde funcionar com dois terços dos operacionais necessários para a prestação dos serviços de assistentes operacionais”.

Alguns funcionários, que preferiram manter-se em anonimato, revelaram ao Diário do Distrito que as condições oferecidas são de “precariedade” chegando alguns funcionários a receberem “600 euros líquidos”. Nas mesmas declarações foi alegado que algumas carreiras profissionais com mais de 35 anos de serviço não são aumentadas e ganham o ordenado mínimo nacional.

“Pedem-nos imensas horas extra e várias vezes para fazermos dois turnos seguidos, mas dizem-nos que é opcional, como se a saúde pública e a assistência hospitalar da nossa população fosse algo assim, opcional”, disse um assistente operacional enquanto vários outros concordavam e davam força às palavras críticas.

No plenário, que decorreu dentro do hospital, foram falados de todos os problemas deste setor incluindo várias exposições e relatos de trabalhadores, que foram lesados pela falta de progressão de carreiras.

O sindicato deixa o recado de que o objetivo de melhorar, na generalidade, a qualidade deste setor passa por deixarem de ser os “parentes pobres” do sistema de saúde pública.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.