DistritoEconomiaSetúbal

SETÚBAL: Greve dos estivadores adia exportações de porcos para a China

Centenas de porcos aguardam para o fim da greve dos estivadores eventuais de Setúbal para seguirem viagem até à China.

O envio de porco por via marítima para a China estava previsto para o início deste mês, mas devido à greve dos estivadores eventuais do Porto de Setúbal a operação só se virá a concretizar em janeiro.

Nuno Correia, diretor da federação de suinicultores disse à agência Lusa que “neste momento estamos com algumas dificuldades logísticas para a colocação de contentores nos portos e, passando essa fase, daremos início à exportação”, de acordo com o responsável o <<tráfego de contentores>> nos portos nacionais está a colocar algumas empresas do setor em grandes problemas financeiros e também de logística, Nuno Correia adiantou que “é um negócio que vai movimentar cerca de 100 milhões de euros de exportações no primeiro ano e 200 milhões no segundo”.

No Porto de Setúbal o braço de ferro continua entre as empresas e os trabalhadores que estão em greve e que não comparecem no trabalho desde o passado dia 05 de novembro.

A greve não abrange só o porto de Setúbal, o de Lisboa, Sines, Figueira da Foz, Leixões, Caniçal (Madeira, Ponta Delgada e Praia da Vitória (Açores) também estão em greve, dificultando as operações de exportação.

No inicio do ano, o responsável da federação dos suinicultores espera que sejam exportados cerca de 10.000 porcos por semana.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.