Setúbal

Setúbal ganha dois parques de estacionamento subterrâneo na Luísa Todi com 300 lugares e 3 pisos

- publicidade -

A cidade de Setúbal vai ganhar dois dois parques de estacionamento subterrâneo na Avenida Luísa Todi, “cada um com três pisos e trezentos lugares, localizam-se no extremo poente da via e na zona defronte da Praça de Bocage”, adianta a nota de imprensa.

A construção dos parques e a concessão da exploração do estacionamento tarifado de superfície na cidade foram aprovadas ontem na reunião pública da Câmara Municipal de Setúbal.

“A deliberação resulta da conclusão de um concurso público lançado pela autarquia, o qual foi adjudicado à Datarede – Sistemas de Dados e Comunicações, SA, empresa que apresentou a proposta economicamente mais vantajosa definida no programa do procedimento “Concessão da Gestão, Exploração, Manutenção e Fiscalização de Lugares de Estacionamento Pago na Via Pública à Superfície na Cidade de Setúbal e Constituição do Direito de Superfície em Subsolo para a Conceção, Construção em Exploração de dois Parques de Estacionamento no Subsolo na Cidade de Setúbal””, explica a nota de imprensa.

Assim, a ” vencedora do concurso, que fica com o direito de concessão e exploração destas novas infraestruturas, assim como do estacionamento tarifado de superfície na cidade, incluindo o do futuro Terminal de Transportes de Setúbal, na Praça do Brasil”, explica.

“A contrapartida é o pagamento de 4 milhões e 999 mil euros, acrescidos de IVA, o que corresponde ao valor da renda pela concessão da exploração pelo período de 40 anos, prazo improrrogável. O montante a pagar pela Datarede é repartido pelas duas entidades adjudicantes, cabendo ao município receber 3 milhões, 900 mil e 974,25 euros, correspondente a 97,5 por cento do valor-base da renda, enquanto a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra tem direito 100 mil e 24,97 euros, ou seja, 2,5 por cento”.

“Além daquela verba, a Câmara Municipal de Setúbal arrecada 50,02 por cento da receita bruta efetiva mensal que a concessão do estacionamento tarifado venha a gerar, cabendo os restantes 49,98 por cento à empresa adjudicatária”, conclui.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui