Foi durante as explicações do novo Orçamento de Estado que o Ministério da Justiça ficou a conhecer que o setor da Justiça terá mais dinheiro para gastar nos tribunais e na investigação. Mas também terá que realizar o fecho gradual de dois estabelecimentos prisionais no país.

É o setor com mais dinheiro para investir no próximo ano, com 1,4 mil milhões o Ministério da Justiça vê o aumento de mais de 12,6% no investimento. O MJ prepara-se assim para reforçar os recursos humanos e materiais da Polícia Judiciária e a implementar o novo regime de proteção às vítimas de crime e a relocalização dos tribunais do Campus de Justiça de Lisboa e dos serviços centrais da tutela, prioridades acrescidas no setor da Justiça.

Já no campo dos estabelecimentos prisionais, o Ministério da Justiça vai iniciar o fecho gradual das cadeias de Lisboa e Setúbal, o investimento não especifica a construção do novo estabelecimento prisional em Canha, Montijo, equipamento esse que prevê acolher a comunidade prisional de Lisboa, Setúbal e Pinheiro da Cruz, Grândola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here