Setúbal

Setúbal | Escolas do município precisam de uma requalificação no valor de 36 milhões de euros

A Câmara Municipal de Setúbal anunciou, esta quarta-feira em reunião pública, que as escolas do município, entregues à responsabilidade da autarquia no dia 1 de abril deste ano, precisam de uma requalificação que ronda os 36 milhões de euros.

Segundo justifica o presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, este valor milionário, para as requalificações escolares, são tão avultados pois existiu um “abandono” e uma “degradação” realizada pelos diversos governos nacionais.


André Martins aponta o dedo ao Governo por “legislar e passar os problemas às autarquias locais”, ao mesmo tempo que menciona que “concorda” com a descentralização de competências, mas não da maneira como esta foi feita.

Carla Guerreiro, vice-presidente da autarquia, disse que foi realizado um estudo “sério e rigoroso” de modo a apurar as quantias de dinheiro que teriam de ser gastas para requalificar as escolas do concelho, no qual foram apurados altos valores no âmbito de dar a todos os alunos as devidas condições de educação.

“O valor está desatualizado, com a subida do custo das matérias primas e da inflação, estas obras podem ter um valor superior ao apresentado”, explicou André Martins, enquanto exibida o sentimento de “injustiça” por ser obrigado a cuidar de “algo que ao longo dos anos vários governos deixaram degradar”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.