Parceiros
Setúbal

Setúbal | Câmara celebra investimento na requalificação do Bairro das Manteigadas

A Câmara Municipal de Setúbal celebrou, esta sexta-feira, o investimento na requalificação do Bairro das Manteigadas, que com fundos comunitários, irá beneficiar a todos os níveis de habitação.

A reabilitação vai decorrer em 113 fogos, com um orçamento previsto de quase 5 milhões de euros. O projeto, que se insere no projeto Estratégia Local de Habitação e no Programa de Apoio ao Acesso à Habitação através do investimento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), vem dar uma melhor qualidade de vida aos moradores que integram as habitações incluídas na empreitada.


André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, menciona que a habitação é “uma prioridade” do executivo em “todos os mandatos”, com a crença e o objetivo de dar “uma casa condigna” a todos os munícipes que vão beneficiar com o investimento do Estado.

O Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, referiu que a decisão de investir no setor da habitação foi uma “iniciativa do governo e não da União Europeia”, dizendo que o PRR é preocupação do governo socialista “apostar na melhoria” e acessibilidade das habitações.

A reabilitação, nas Manteigadas, vai ter um foco nos espaços, comuns, cozinhas e instalações sanitárias, bem como alguns melhoramentos em equipamento prediais. Neste meio também serão feitas intervenções para melhorar a acessibilidade de mobilidade ao interior dos edifícios.

Segundo a deliberação, aprovada em reunião de câmara, as redes de abastecimento de água, esgotos, gás e telecomunicações também vão ser melhoras. Esta renovação inclui a alteração do “posicionamento dos contadores dessas redes para o piso térreo dos edifícios, em área técnica adjacente às escadas com acesso aberto, e a realização de alguns melhoramentos nas áreas comuns dos imóveis, nomeadamente nos vestíbulos e caixas de escadas”.

A execução está dividida em dois lotes, sendo que cada um tem um período de execução no prazo de 730 dias. Como são dois lotes a obra terá um tempo total de 1460 dias ou 4 anos.

O primeiro lote é composto pelos prédios da Rua do Cercal com os números de polícia 21, 23, 25, 27, 29 e 31 e os da Travessa João Augusto Rosa com os números 2, 4, 6 8 e 10. Já os do segundo lote são números 2, 4, 6 e 8 da Rua João Augusto da Rosa e 1, 3, 5 e 7 do mesmo arruamento.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.