Setúbal aprova uma proposta de contrato imobiliário para compra do complexo Imapark

Proposta foi aprovada ontem, com os votos contra do PS e PSD.

0
108
CM Setúbal

A Câmara Municipal de Setúbal aprovou uma proposta de um contrato imobiliário de leasing (contrato de arrendamento com opção de compra no final) no valor de 4,4 milhões de euros, para compra do complexo Imapark, na localidade das Pontes. É neste local que a autarquia pretende instalar o futuro mercado abastecedor.

A autarquia anunciou que, de acordo com a proposta aprovada quarta-feira pela maioria CDU, em sessão pública, pretende instalar no complexo Imapark “o futuro mercado abastecedor e um parque para camiões TIR”, bem como outros serviços do município que estão dispersos por vários locais.

A medida teve os votos contra do PS e do PSD, por considerarem que o valor de aquisição do imóvel era elevado e que a informação disponibilizada era insuficiente, nomeadamente o quaorçamento das obras necessárias para reabilitação do imóvel.

A proposta refere que “a previsível transferência de competências da administração central para as autarquias (…) provocará muito significativo acréscimo de necessidades de espaço para acomodar serviços e responsabilidades decorrentes dessa alteração estrutural, pelo que a Câmara Municipal considera necessário, desde já, preparar esta mudanças”.

Citada pela agência Lusa, a autarca de Setúbal, Maria das Dores Meira, sublinhou a importância da aquisição das antigas instalações da Imapark, alegando que a autarquia precisa de “armazéns e de instalações para o mercado abastecedor e um parque para camiões TIR”.

O Imapark está situado a 10 quilómetros do centro da cidade de Setúbal e tem como origem um complexo industrial fabril, concebido para a instalação da indústria de montagem automóvel.

Posteriormente, foi transformado num parque empresarial com armazéns e pequenas unidades industriais, comércio e serviços que manteve nos últimos 16 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome