Distrito SetúbalSetúbal

Setúbal apresenta uma visão contemporânea em livro

No dia 18 de maio, foi publicado o livro “Setúbal, uma Visão Contemporânea”, composto por uma coletânea de fotos que retratam a magia e o encanto do município.

- publicidade -

A obra, que resultou de um empenho direto da Câmara Municipal de Setúbal, foi apresentada no Forte de São Filipe. A escolha do lugar não foi inocente, uma vez que a vista contemplada na capa da publicação remete para o monumento emblemático da cidade de Setúbal.

Maria das Dores Meira mostra-se contente com a obra final

Presente no lançamento da mesma esteve também a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, que não conteve a alegria e os elogios a toda a equipa que trabalhou com afinco para esta publicação.

Na abertura da cerimónia, leu um texto que se encontra assinado pela mesma no interior da obra, e destacou, com grande orgulho, a evolução sentida na cidade.

“Quando aqui cheguei, faltava autoestima às pessoas, sentia isso nas palavras, nos olhares, nos lamentos. Este era um território deprimido, desorganizado, pouco atrativo, sem vislumbre de futuro. Essa realidade foi invertida. Demorou, mas foi possível. E o resultado está à vista de todos”, sublinha.

A obra contempla todo o investimento estratégico no município, ao longo da última década de atuação. A presidente não conteve os elogios ao chefe da Divisão de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal de Setúbal, João Monteiro e também aos responsáveis pelas fotografias, pelo design e paginação do livro.

“A todos e a todas que ajudaram a fazer a cidade que este livro mostra, muito obrigada. Estou certa de que juntos, vamos continuar Setúbal”, são as palavras que encerram o discurso inaugural de Maria das Dores Meira.

Nas palavras do chefe da Divisão de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal de Setúbal, João Monteiro reforça a importância da publicação alegando que “é uma publicação totalmente diferente daquilo que tínhamos (…) e que, de facto, aquilo que se pretendeu em termos editoriais era fazer um livro que retrate o momento a que chegámos”.

Tendo a certeza de que apresentam uma obra que é fruto de um olhar moderno sobre a cidade, não esconde a possibilidade de “uma pessoa da cidade ser surpreendida com as imagens que lá encontra”, realçando que todo este olhar contribui para a construção de “um puzzle” que apresenta uma visão contemporânea do município.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui