Setúbal

Setúbal | Alunos de Gâmbia-Pontes-Alto da Guerra podem vir a ficar sem transporte escolar

O presidente da Junta de Freguesia de Gâmbia-Pontes-Alto da Guerra, Luís Custódio, revelou, em entrevista exclusiva ao Diário do Distrito, que teme profundamente que o serviço deficiente proporcionado pela Alsa Todi, possa a vir prejudicar as carreiras que asseguram as viagens dos alunos da freguesia para as escolas no centro da cidade sadina.

Questionado sobre o assunto da volta do ano letivo, Luís Custódio mostrou-se “muito preocupado”. Justificou o sentimento ao dizer que é “inqualificável aquilo que esta empresa tem estado a fazer” no município.


Com um tom de tristeza e mágoa o presidente da junta menciona que “não pode garantir” que o serviço, prestado pela Alsa Todi, consiga corresponder à necessidade dos alunos, que têm diariamente de se deslocar para as escolas, nomeadamente de ensino secundário, que apenas se encontram na cidade.

“ continuamos a acreditar neste projeto, mas estas empresas que ganharam as concessões têm de melhorar em muito, nós temos trabalhadores aqui da própria junta que chegam atrasados e por vezes não aparecem porque ficaram à espera dos autocarros que não apareceram”, revela Luís Custódio, enquanto pede “mão pesada”, por parte dos Transportes Metropolitanos de Lisboa, na resolução destes problemas, que se têm mostrado decorrentes desde a estreia do serviço.

A falta ou o asseguramento dos transportes para os alunos ainda não tem confirmação oficial, porém a Junta de Freguesia de Gâmbia-Pontes-Alto da Guerra, deixa o recado, de que não pode garantir que os alunos não sejam prejudicados pelo mau serviço prestado pela Alsa Todi.

O Diário do Distrito lembra o leitor que todas as juntas de freguesia e a Câmara Municipal de Setúbal, realizaram um documento onde contestam a atuação da empresa no município e onde explicitamente exigem “soluções rápidas”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.