Parceiros
Setúbal

Setúbal | Adjudicada 2.ª fase da consolidação da encosta do Forte de S. Filipe

- publicidade -

O executivo da Câmara Municipal de Setúbal aprovou, em reunião camarária, a adjudicação da segunda fase de uma intervenção de reforço da encosta do Forte de São Filipe, investimento superior a quatro milhões de euros.

A ‘Intervenção de Natureza Estrutural para evitar derrocadas na encosta do Forte de São Filipe em Setúbal – Fase 2’ foi adjudicada à empresa DST – Domingos da Silva Teixeira, S.A., a qual dispõe de um prazo de execução de 480 dias.

A intervenção resulta dos resultados da primeira fase da obra de consolidação da encosta do Forte de São Filipe, durante a qual, até janeiro de 2019, foram realizados ensaios prévios de ancoragens que determinaram a necessidade de efetuar a revisão da solução de estabilização proposta no projeto de execução.

A segunda fase da intervenção visa garantir a estabilidade da encosta, com a execução de trabalhos de reforço estrutural do torreão, do caneiro localizado na zona oeste e de trabalhos de melhoramento da durabilidade das muralhas com o preenchimento das fendas existentes.

Será instalada uma carga de tração nas ancoragens definitivas, que, por incapacidade geológica-geotécnica do maciço, terão forçosamente de acomodar valores inferiores aos inicialmente previstos, e incluídos trabalhos de reforço estrutural do torreão e do caneiro localizado na zona oeste e de melhoramento da durabilidade das muralhas com o preenchimento das fendas existentes.

No seguimento do parecer do LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil de julho de 2019, o projeto foi ainda complementado com a definição ao nível da estimativa de quantidades da eventual solução de estabilização a implementar para as muralhas do pátio localizado na zona poente e com a inclusão de instrumentação na zona poente da muralha.

A empreitada tem o suporte de candidatura do POSEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, cujo financiamento é de 75 por cento, sendo que o Estado comparticipa os restantes 25 por cento, nos termos constantes de um protocolo firmado com o município de Setúbal.

Fonte: Câmara Municipal de Setúbal


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário