Sete detidos por lenocínio na Quinta do Conde

O Núcleo de Investigação Criminal de Setúbal da GNR deteve no dia 4 de junho, 7 pessoas com idades compreendidas entre os 38 e os 66 anos, pelo crime de lenocínio, na Quinta do Conde.

0
3754
Tempo de Leitura: < 1 minuto

O Núcleo de Investigação Criminal de Setúbal da GNR deteve no dia 4 de junho, cinco homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 38 e os 66 anos, pelo crime de lenocínio, na Quinta do Conde.

No âmbito de uma investigação que decorria há cerca de um ano, a GNR realizou uma operação que teve como objetivo a cessação da atividade de um grupo organizado dedicado a fomentar e facilitar o exercício da prostituição num estabelecimento de diversão noturna, em que os dois principais suspeitos ainda se encontram a aguardar recurso do Tribunal da Relação pela prática do mesmo crime.

Os militares deram cumprimento a sete mandados de detenção e a dez mandados de buscas, dos quais sete domiciliarias, um em estabelecimento de diversão noturna e dois em veículos.

Das buscas resultou a apreensão de diversos artigos de cariz sexual e mais de 3 mil preservativos; 3 viaturas de gama media/alta; mais de 4 mil euros em numerário; 8 telemóveis; 2 computadores portáteis e 2 televisões.

Foram ainda identificadas sete mulheres, com idades entre os 24 e os 50 anos, por suspeita de estarem envolvidas na prática do crime de lenocínio.

Os suspeitos ficaram detidos nas instalações da Guarda e estão a ser presentes durante o dia de hoje, a 1.º interrogatório judicial, no Tribunal Judicial de Setúbal.

Esta ação contou ainda com o empenhamento de militares do Destacamento de Intervenção de Setúbal, dos Postos Territoriais de Sesimbra, Azeitão e Quinta do Conde, e com o apoio do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome