Parceiros
AtualidadeMobilidadeSesimbra

Sesimbrenses marcam Dia Europeu sem Carros com tráfego nas ruas

A 22 de setembro assinala-se o Dia Europeu sem Carros. Esta data pretende sensibilizar para a redução do tráfego dentro dos núcleos urbanos e promover desta forma uma melhor qualidade de vida para as suas populações. Um estudo, da associação ambientalista Zero, defende que um dia por semana sem carros poupa 3% a 5% de combustíveis em meio urbano.

Neste dia é habitual haver muitas atividades a serem promovidas. Estas pretendem sensibilizar aos habitantes que usem mais transportes públicos ou outros meios, como é o caso das bicicletas ou trotinetes elétricas. Mais de 60% das pessoas apoiam que exista um dia sem carros, mas será que os sesimbrenses estão prontos a abandonar o automóvel e a abraçar novos meios de transporte?


Relevo não facilita uso de bicicletas

Ao contrário de outros locais do país, estes novos meios de transporte não tem uma grande implementação em Sesimbra (especialmente na vila) devido ao seu relevo acidentado. O simples ato de caminhar também pode apresentar alguns problemas no concelho. Descer de Santana para Sesimbra é um dos problemas mais referidos não só por esta ser uma estrada bastante acidentada e onde os carros tendem a ganhar velocidade, mas também devido a falta de passeios onde seja possível andar em segurança.

Nas zonas de campo, como é o caso da freguesia do Castelo, é habitual ver pessoas a caminhar ou a correr como forma de praticarem desporto. O problema está no excesso de carros nas estradas e no incumprimento do código da estrada. Estes podem provocar atropelamentos, alguns deles fatais (como aconteceu na Cotovia onde um idoso morreu depois de ter sido atropelado por um camião).

Em Sesimbra, este dia está a passar sem pompa nem glória. Os carros continuam nas estradas (mesmo que sem o fluxo habitual no verão) e os locais queixam-se da falta de transportes públicos. Tal como em outros concelhos do distrito, Sesimbra também sofre com a falta de motoristas que possam providenciar autocarros com horários regulares. Enquanto esta questão não é resolvida, as pessoas sentam-se nos muros ou nas paragens dos autocarros.  


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.