CulturaEconomiaPaísPolíticaSesimbraTurismo

Sesimbra começa a sua contagem decrescente para mais um Carnaval

- publicidade -

Pela primeira vez, e depois da pausa forçada devido a pandemia de Covid-19, o Carnaval estará de volta a Sesimbra. Se no ano passado houve um desfile experimental no Parque Augusto Pólvora, o Carnaval este ano voltará aos seus modos habituais. As ruas cheias (em parte graças ao Mega Samba) e os recordes do Guiness batidos no desfile dos palhaços são algumas das principais características do Carnaval de Sesimbra.

Com os palhaços, a cor e a diversão vai encher as ruas para mais um conhecido Cortejo, que vai acontecer na segunda-feira. Chegaram a ter o título de um dos maiores desfiles de palhaços do mundo. Os principais momentos desta grande festa serão os desfiles de domingo e de terça, que reúnem cerca de 1200 participantes e milhares de pessoas a assistir. O Carnaval no concelho, a par do de Torres Vedras, é um dos mais conhecidos em todo o país.

A um mês dos três principais dias de festa, as escolas de samba e os grupos estão a preparar os últimos pormenores para mais um desfile em plena Avenida. Todos estão ansiosos para voltar a desfilar numa das mais belas Marginais do país. O programa carnavalesco deste ano fica completo com o desfile dos estabelecimentos de ensino, o concurso infantil de fantasias, o corso da Quinta do Conde e as tradicionais Cegadas e Cavalhadas.

Grupos de foliões viviam o Carnaval de Sesimbra em várias “capelinhas”

Durante décadas, dois dos principais centros do Carnaval de Sesimbra eram o ginásio e o grémio. Muitos dos grupos que iam a estes locais acabavam por correr por todas as “capelinhas” carnavalescas. O Carnaval de Sesimbra, que também conta com um desfile no verão, habitualmente tem trios elétricos e música na rua. Pede-se mais pontos de animação ao longo da Marginal e WCs.

Na sexta e no domingo, a festas nas ruas apenas poderá decorrer até às 2 da manhã, a partir dai só no interior dos estabelecimentos de comércio que consideram este período (ao lado do verão) um dos seus mais altos de faturação. Durante os meses de inverno, as noites em Sesimbra são bastante paradas. Esta medida (discutida entre todos) está a desagradar os foliões que consideram que estão a matar, aos poucos, o espírito do Carnaval de rua.

Para além disto, muitos dos estabelecimentos não tem capacidade para acolher todos os que saem a rua para celebrar o Carnaval. Muitos entram, pedem uma bebida e vão para o muro da praia. Período que se quer organizado e sem confusões. Um dos estabelecimentos mais procurados em Sesimbra no período de Carnaval é o Gliese, que realiza festas bastante conhecidas.

O Carnaval vai terminar, na Quarta-Feira de Cinzas, com o Enterro do Bacalhau. Este enterro vai passar por várias artérias da vila.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *