Parceiros
Mundo

Serviços secretos alemães captam conversas de soldados russos sobre mortes em Bucha

- publicidade -

O Bundesnachrichtendienst, Serviços Secretos da Alemanha interceptou uma conversa via rádio das tropas russas, sobre o assassinato de civis na cidade de Bucha, divulga o jornal ‘Der Spiegel’.

Parte das conversas interceptadas parecem estar directamente ligadas aos cadáveres que viram a ser encontrados em Bucha, quer pelas ruas, quer numa vala comum, e esses dados foram já transmitidos aos parlamentares alemães.

Numa dessas conversas, um soldado diz a outro que tinha acabado de disparar sobre uma pessoa que seguia em bicicleta, o que corresponde à foto do cadáver deitado ao lado de uma bicicleta, imagem que correu mundo.

Noutra das conversas, um dos militares afirma para outro «interrogar primeiro e disparar depois».

O material obtido pelos Serviços Secretos aparentemente também fornece evidências de que membros da unidade mercenária russa ‘Grupo Wagner’ desempenharam um papel de liderança nas atrocidades. O grupo é conhecido por ter perpetrado atrocidades semelhantes na Síria.

Conforme algumas testemunhas, os primeiros ocupantes eram jovens soldados, que viriam a ser depois substituídos por outras unidades de soldados mais velhos e com esses aumentaram os ataques a civis.

O tráfego de rádio interceptado dá a entender que as atrocidades perpetradas contra civis em Bucha não foram actos aleatórios nem o produto de soldados individuais que ficaram sem controle, mas antes que o assassinato de civis se tornou um elemento padrão da actividade militar russa, potencialmente até parte de uma estratégia mais ampla.

A intenção é espalhar o medo entre a população civil e, assim, reduzir a vontade de resistir.

Segundo fontes familiarizadas com o áudio, o material sugere que as tropas falaram das atrocidades como se estivessem simplesmente a discutir as suas vidas privadas.

O jornal alemão ‘Der Spiegel’ avança ainda que há mais conversas que estão a ser analisadas, e embora seja aparentemente difícil localizar com precisão parte do áudio, algumas das gravações aparentemente indicam que incidentes como os de Bucha também ocorreram em outros lugares, na área ao redor de Mariupol, a grande cidade no sul da Ucrânia que foi sitiada pelos militares russos.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário