Editorial

Será que estou a viver na terra de marcianos?

publicidade

As atualidades nacionais e internacionais nos últimos tempos têm-se centrado no novo coronavírus, com as notícias a cair ao segundo e em volta dos infetados, os óbitos e dos recuperados.

As mensagens vão todas no mesmo sentido: Fiquem em Casa, Fiquem em Casa, Fiquem em Casa.

Mas o que é que os portugueses estão a fazer? O país já está a fazer 15 dias de estado de emergência, o Presidente da República tem dado dicas que esse estado de emergência vai continuar por mais 15 dias, os eventos, as festas e romarias ligadas com a Páscoa e não só, estão todas canceladas, isto não é um sinal de que algo grave se está a passar?

Os cidadãos nacionais o que fazem? Pegam no carrinho e vão desfrutar o tempo bom para as praias da margem sul do Tejo, ou preparam a sua semana de férias no Algarve, como se nada se passasse.

Mas está tudo parvo ou sou eu que acabei de aterrar num mundo de marcianos? É o que me parece, meus amigos, o país em estado de emergência, isso quer dizer que só podem sair de casa em caso de necessidade extrema, praia não é caso de necessidade.

Se não se resguardam a vós, quem vos resguarda?

Os profissionais de saúde estão a fazer esforços sobrehumanos, o mesmo com as autoridades e os funcionários públicos e privados que continuam a trabalhar para que nada falte a quem devia estar em casa, os hospitais não têm material para todos, não existem testes suficientes, da economia é melhor nem começar a falar e nós concidadãos nacionais o que fazemos?

Vamos para a praia, porque até nem estamos de quarentena, estamos de férias, pensam muitos, mas isto não funciona assim.

Os nossos vizinhos espanhóis agora choram os seus familiares que estão dentro de quatro tábuas, é isso que querem? Nem direito a funeral vão ter, deixemos de ser idiotas e de pensar só no nosso ego. Tenham juízo pah!

Pensem nisto que vos escrevo esta semana.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui